Home Segmento Bar Segurança alimentar: como garantir o melhor na cozinha?

Segurança alimentar: como garantir o melhor na cozinha?

0
184

Não existe dor de cabeça maior para o dono de um restaurante do que ter problemas com a segurança alimentar. Quando isso acontece, além de perder o cliente e expô-lo a riscos, o estabelecimento pode criar má fama no mercado e ainda ter que arcar com os prejuízos, caso seja vistoriado.

Sendo assim, é normal se preocupar. É preciso ter atenção com tudo o que diz respeito à segurança alimentar para garantir que o seu negócio não seja prejudicado e que a saúde dos clientes seja preservada sempre, aliás, ela vem em primeiro lugar. Se esse é o seu caso, acompanhe o artigo e saiba o que é necessário fazer para estar sempre de acordo com as exigências legais.

Vem com a gente!

segurança alimentar: comida na mesa

O que é a segurança alimentar

Segurança alimentar é um direito que todo indivíduo tem de ter acesso a uma alimentação básica com segurança e a devida qualidade, na quantidade suficiente e permanente, sem que isso comprometa demais necessidades essenciais.

Na prática, a segurança alimentar tem a ver com a qualidade dos alimentos que são oferecidos ao público, um cuidado que abrange todo o processo de produção até a comida chegar à mesa.

As empresas que trabalham com alimentação precisam respeitar às exigências de segurança alimentar para exercer suas atividades de forma regular.

No Brasil, quem se encarrega de fiscalizar os estabelecimentos é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que estabelece as normas de vigilância sanitária que você deve seguir.

Além de realizar visitas periódicas aos estabelecimentos, a Anvisa pode agir a partir de denúncias dos consumidores e interditar o serviço de algum bar, restaurante ou hotel. Quando uma empresa apresenta alguma irregularidade, ela costuma ser penalizada com notificações e multas, e, em casos extremos, o estabelecimento pode até ser fechado.

segurança alimentar: mulher comendo em restaurante

Como garantir a segurança alimentar na cozinha?

É preciso pensar na segurança alimentar não somente para evitar problemas com a vigilância sanitária, mas também para fazer dela uma solução capaz de trazer benefícios para o seu negócio, pois é na qualidade dos produtos que você garantirá a satisfação de seus clientes.

Sendo assim, a gente  preparou algumas dicas básicas com os cuidados que você deve tomar para oferecer sempre do bom e do melhor para o seu público e ser uma referência em qualidade no seu segmento!

Cuidados com os alimentos

A segurança alimentar deve começar pela manipulação adequada dos alimentos: tenha cuidado na compra dos produtos que serão utilizados e trabalhe com fornecedores de confiança, tendo sempre a preocupação de conferir se os prazos de validade não serão extrapolados antes de os alimentos ficarem prontos para o consumo.

Atenção especial às práticas que previnem a proliferação de microorganismos nocivos à saúde, como o armazenamento correto dos alimentos e o preparo as refeições da maneira adequada. Algumas carnes, por exemplo, precisam ser preparadas num fogo de alta temperatura, como a de porco, pois o cozimento adequado evita algumas doenças como a cisticercose.

A temperatura também vai influenciar na infraestrutura do seu estoque, que deve estar preparado para receber alimentos que devem ser refrigerados, como os laticínios.

Cuidados no ambiente da cozinha

Além disso, pense em tudo o que envolve o preparo dos alimentos, como a qualidade da água, que precisa ser potável e estar armazenada em caixa d’água fechada e limpa.

O lixo também deve ser descartado corretamente, com lixeiras com tampa e pedal para que não haja contaminação, e não pode se acumular no ambiente. A própria lixeira deve ser bem higienizada, assim como os panos e esponjas usados para a limpeza.

Cuide também da infraestrutura do local, evitando vazamentos e entupimentos ao manter a caixa de gordura limpa e verificando regularmente os encanamentos. A limpeza do ambiente e dos equipamentos também deve ser feita de acordo com a regularidade recomendada pela Anvisa, com os produtos certos e específicos para cozinhas industriais.

Outro ponto a ser destacado: fiscalize a higienização dos funcionários, exigindo que trabalhem com luvas e toucas e que mantenham hábitos adequados de higiene pessoal.

segurança alimentar: cozinha de restaurante

As vantagens de garantir a segurança alimentar

Existem muitos benefícios que surgem quando o estabelecimento prioriza a segurança alimentar. O primeiro e mais óbvio deles é que nenhum cliente ou funcionário corre o risco de se contaminar. Quem está em dia com as exigências da Anvisa também evita penalizações que podem comprometer a credibilidade e também a lucratividade do estabelecimento.

Além disso, garantindo a qualidade de seus serviços, a empresa também pode obter vantagens como a fidelização de clientes. Pense que, ao seguir critérios rigorosos de qualidade, você pode até convidar os clientes para fazer um tour pela sua cozinha sem qualquer preocupação, um diferencial interessante que aproxima o cliente, enriquece sua experiência no local e agrega valores como confiança ao seu negócio diante do público.

É uma forma inteligente e honesta de ganhar mercado e quem é que não busca isso?

Garantindo que cada procedimento seja realizado com o máximo de rigor, você pode fazer disso um elemento fundamental para o sucesso do seu negócio.

De uma maneira geral, a segurança alimentar precisa ser garantida por todos os estabelecimentos. Como é um direito do consumidor, ela deve ser entendida antes de tudo como uma obrigação de quem se propõe a trabalhar com alimentação.

Entendeu a importância da segurança alimentar? Então não deixe de conferir agora o calendário do varejo para 2019.

Deixe um Comentário!